12 de ago de 2011

Deixei de ser princesa, exemplo e, principalmente, deixei de ser boazinha. De acreditar em tudo o que me diziam, em finais felizes e em “eu não vou desistir de você”. Em um momento, você se sente no auge da sua alegria e da sua confiança. Com muitos amigos, com muitas palavras e muitas promessas e no outro momento, te abandonam. E o tal “eu não vou desistir de você”, aonde fica? Para onde vai? E como fica o “felizes para sempre”? Vai para o mesmo lugar da minha confiança, minha felicidade e a minha vontade de continuar: pro fundo do posso. Mas eu continuo em pé, continuo sorrindo e acreditando que eu ainda possa dar a volta por cima. Continuo com vontade de mostrar para as pessoas que me abandonaram que eu posso ser muito melhor e maior do que elas possam imaginar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário